Logotipo Dedalus   Logotipo ABCD
                         
Identificação       Preferências   Catálogos   Fale Conosco   Encerrar Sessão  
Buscas   Resultados   Buscas Anteriores   Meus Docs.   Histórico   Vocabulário   Ajuda
 
  Adicionar Reg. Meus Docs.  |  Localizar  |  Salvar / E-mail  

Registro Completo

Escolher formato: Padrão Ficha Formato Reduzido Nomes MARC Campos MARC
No. Registro   001615462
Tipo de material   TESE
Entrada Principal   LinkDoria, Nilson Guimarães
Título   LinkVygotsky e Popper : perspectivas sobre o crescimento do conhecimento.
Imprenta   São Paulo, 2007.
Descrição   146 p.
Idioma   Português
Nota Tese/Diss   Dissertação (Mestrado)
Resumo   As relações entre as obras de Vigotski e Popper é um tema pouco explorado na literatura científica. Na maior parte das vezes em que o assunto merece a atenção de algum teórico, raramente a exploração do tema vai além da constatação de semelhanças pontuais, referentes a posturas epistemológicas gerais, como a oposição de ambos a tendências epistemológicas empiristas e positivistas, ou a simpatia de ambos por uma postura construtivista. Neste trabalho busca-se desenvolver este tema, introduzindo novos campos de diálogo entre a obra destes autores. As principais novidades introduzidas neste estudo relacionam-se à introdução da Teoria Evolucionista de inspiração darwiniana como um ponto de partida comum a ambos os autores, facilitando assim o diálogo entre suas posturas teóricas, e à discussão sobre as diferentes Teorias da História subjacentes a suas perspectivas. Vale notar, entretanto, que neste trabalho, optou-se por conceder maior ênfase aos pontos de convergência entre as posturas dos dois autores, cabendo aos distanciamentos entre eles um tratamento menos aprofundado. Esta opção assentou-se na idéia de que, para a eventual posterior discussão dos distanciamentos entre as proposições de ambos, haveria que se dimensionar convergências que fossem além daquelas semelhanças pontuais. O método de investigação utilizado para a condução da pesquisa que subsidia este estudo teórico foi a revisão bibliográfica crítica, tendo-se identificado sete campos
  privilegiados de diálogo ao início da pesquisa: a) as similaridades entre a teoria das linhas de desenvolvimento psicológico postulada por Vigotski, e a "teoria dos mundos" de Popper; b) a adoção de uma perspectiva evolucionista em Filosofia da Ciência e em Psicologia, por ambos os autores; c) a maneira como os dois autores entendem a especificidade do empreendimento científico: visceralmente incompleto e progressivamente aproximando-se da verdade; d) o papel de destaque concedido por ambos à função reguladora da linguagem sobre o comportamento e conduta humanos; e) a postura divergente dos dois ante a "crise da Psicologia", levando um a optar pela Lógica (Popper) e o outro pela Psicologia (Vigotski) da Descoberta; t) o compartilhamento de uma abordagem "objetivista" da arte; g) a solução que os dois autores dão ao problema da "origem do conhecimento", negando, ambos, o empirismo. No desenvolvimento da pesquisa, coube proceder ao aprofundamento das questões suscitadas a partir dos itens acima arrolados, à exceção do item "f", que não correspondia aos critérios de demarcação do objeto desta pesquisa, conforme explicitado no texto. Os principais resultados aos quais a pesquisa conduziu foram aprofundamentos teóricos nos âmbitos delineados acima, pondo relevo à contemporaneidade das contribuições metateóricas de Popper e Vigotski para a Psicologia, especialmente no que tange a desenvolvimentos contemporâneos como
  a Psicologia Evolucionista e o Construtivismo Semiótico-Cultural
Nota Local   Psicologia Experimental
Departamento   PSE PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Assunto Pessoa   LinkVygotsky, Lev Semenovich 1896-1934
  LinkPopper, Karl Raimund 1902-1994
Assunto   LinkEPISTEMOLOGIA
  LinkPSICOLOGIA (HISTÓRIA)
  LinkEVOLUCIONISMO
  LinkCONSTRUTIVISMO (PSICOLOGIA)
Autor Secundário   LinkSimão, Lívia Mathias
Localiz.Eletrônica    "Clicar" sobre o botão para acesso ao Currículo Lattes de Nilson Guimarães Doria 
Resumo/Outros   Relationships between Vygotskian and Popperian oeuvres are hardly explored in scientific literature. Moreover, when the matter has merited some attention, its exploration barely goes beyond of narrow explorations of the similarities between those theoretician’s proposals. The studies usually point to general epistemological aspects of Vygotsky’s and Popper’s approaches, like their opposition against empiricism and positivism, or their sympathy with constructivist approaches. The aim of this work was to try to develop new and deeper fields of possibilities of dialogue between these two theoretician’s oeuvres. On the one hand, the main focus accomplished by this study is concerned to Darwinian evolutionary theory, as a shared starting point of dialoguing for both authors; on the other hand, the study focus is also concerned to the differences between those authors respect to Theory of History. It is worth noting, however, that even here it was given more attention to the convergent points than to the differences between the two theoretician’s approaches. This option was based on the conviction that it would be necessary to deepen the understanding about their similarities in order to try a further discussion about their distancing. The research procedure of the present theoretical study was the critic review of a selected bibliography from the available literature of and on Vygotsky and Popper. At the beginning of the research, seven fields of possibilities
  for dialoguing were identified. They are concerned to: a) similarities between the so-cafed Vygotsky’s approach of ’lines of development’ and Popper’s approach to ’the worlds’; b:) the evolutionary perspective adopted by both, in Psychology and Philosophy of Science, respectively; c) their shared understanding concerning to the specificity of the scientific endeavor as simultaneously intrinsically incomplete and progressively nearer to the truth; d) the prominent role played by the regulatory function of language in the, human behavior as stated by both; e) their divergent perspectives about so called ’Crisis of Psychology’, leading to Popper’s option to deepen his studies in Logic, while Vygotsky’s option was to try to understand the development of newness in thinking; f) an objective approach to Arts shared by both; g) the negation of empiricism, by both, in their ways for overcoming the problem of the "origins of knowledge". The main results of the present research concern to the discussion of the above items, but the item ’f’, as its nature did not fit to the objectives of this research (see detailed justification in the main text). These results, for their turn, allow raising in focus the contemporary relevance of Vygotskian and Popperian meta-theoretical contributions to Psychology, specially concerning to Evolutionary Psychology and to the emergent field of Semiotic-Cultural Constructivism in Psychology
 
Acervo Geral   Todos os itens
Itens na Biblioteca   IP-Instituto de PsicologiaLibrary Info
Unidade USP   IP -- INST DE PSICOLOGIA

Escolher formato: Padrão Ficha Formato Reduzido Nomes MARC Campos MARC


Encerrar Sessão - Preferências - Fale Conosco - Ajuda - Ex Libris
Buscas - Resultados - Buscas Anteriores - Catálogos