Logotipo Dedalus   Logotipo ABCD
                         
Identificação       Preferências   Catálogos   Fale Conosco   Encerrar Sessão  
Buscas   Resultados   Buscas Anteriores   Meus Docs.   Histórico   Vocabulário   Ajuda
 
  Adicionar Reg. Meus Docs.  |  Localizar  |  Salvar / E-mail  

Registro Completo

Escolher formato: Padrão Ficha Formato Reduzido Nomes MARC Campos MARC
No. Registro   001392401
Tipo de material   TESE
Entrada Principal   LinkNakamura, Eunice
Título   LinkDepressão na infância : uma abordagem antropológica.
Imprenta   São Paulo, 2004.
Descrição   221 p. ++ anexos.
Idioma   Português
Nota Tese/Diss   Tese (Doutorado)
Resumo   A depressão infantil desponta como um objeto de fundamental importância para os estudos socioculturais, pela rapidez com que o termo vem sendo disseminado e banalizado pela imprensa. Apesar de ser apresentada como fenômeno universal no discurso médico-científico, a depressão infantil se expressa mediante diferentes visões de mundo sobre a doença mental e a infância, e em diferentes discursos que devem ser analisados.A análise do fenômeno tomou como ponto de partida a noção de depressão infantil como doença, para apreender os diferentes significados elaborados no discurso médico-científico e no discurso da imprensa. Foram considerados dois outros grupos para complementar esse quadro. O primeiro deles, formado por profissionais de saúde, em especial psiquiatras, que foram entrevistados e cuja prática clínica foi observada para compreender a lógica presente na classificação da doença, no diagnóstico e no tratamento. O segundo, constituído por famílias de crianças (6 a 12 anos) com diagnóstico de depressão infantil, acompanhadas no Serviço de Psiquiatria da Infância e da Adolescência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP; e que moram na periferia da região metropolitana de São Paulo. Adotando a perspectiva da antropologia médica, o estudo verificou um processo de transformação no conceito médico-científico, no qual a depressão infantil é percebida de diferentes maneiras, apresentando-se como doença diferenciada, na forma de uma categoria
  ampla, capaz de integrar diferentes conotações e contextos sob um mesmo termo
Nota Local   Antropologia social
Departamento   FLA ANTROPOLOGIA
Assunto   LinkANTROPOLOGIA MÉDICA
  LinkDEPRESSÃO INFANTIL
Autor Secundário   LinkSantos, José Francisco Fernandes Quirino dos
Resumo/Outros   Child depression has emerged as an important issue in sociocultural studies due to the rapid dissemination of the term in the society, reflected in the media. Although presented as a universal phenomenon in medical-scientific discourse, child depression arises from different world views of the meaning of mental illness and childhood, demanding different speechs to be analysed. An analysis of phenomenon considered the concept of child depression as a disease to get its meaning in different discourses, such as medical-scientific and the media. In adittion two classes of respondents were considered. First, health professionals, mainly psychiatrists, were interviewed and their clinical practice was followed, aiming to uncover the logical basis for this disease classification, diagnosis and treatment. Second, interviews were held with parents of children (6 to 12 yrs.) diagnosed with depression. These families were residents from the peripheral, poorer neighborhoods of the Greater São Paulo who attended the "Serviço de Psiquiatria da Infância e da Adolescência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP", São Paulo.From a medical anthropology perspective, this study demonstrated the transformation of medical-scientific concept in such a way that child depression was understood in a variety of ways. Child depression could be considered a particular illness, emerging as a wide cathegory able to gather different meanings and contexts under the same term
 
Acervo Geral   Todos os itens
Itens na Biblioteca   FFLCH-Fac. Fi. Let. C. HumanasLibrary Info
Unidade USP   FFLCH -- FAC DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS

Escolher formato: Padrão Ficha Formato Reduzido Nomes MARC Campos MARC


Encerrar Sessão - Preferências - Fale Conosco - Ajuda - Ex Libris
Buscas - Resultados - Buscas Anteriores - Catálogos