Logotipo Dedalus   Logotipo ABCD
                         
Identificação       Preferências   Catálogos   Fale Conosco   Encerrar Sessão  
Buscas   Resultados   Buscas Anteriores   Meus Docs.   Histórico   Vocabulário   Ajuda
 
  Adicionar Reg. Meus Docs.  |  Localizar  |  Salvar / E-mail  

Registro Completo

Escolher formato: Padrão Ficha Formato Reduzido Nomes MARC Campos MARC
No. Registro   001384292
Tipo de material   TESE
Entrada Principal   LinkGeoffroy, Nora Maria Mendes Guimarães
Título   LinkA moradia carioca no contexto das zonas norte e sul nos anos 20.
Imprenta   São Paulo, 2004.
Descrição   362 p.
Idioma   Português
Nota Tese/Diss   Tese (Doutorado)
Resumo   Estudo da moradia carioca nos anos 20, contrapondo-se as Zonas Norte e Sul, com objetivo de verificar diferenças no programa da habitação, tendo em vista a segregação praticada na cidade. Modelo ex-post-facto de pesquisa, busca descrever e inferir a posteriori eventuais relações entre variáveis sem preocupação de generalizar os resultados. Selecionou-se uma amostra de 700 residências nos processos de licenciamento no Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro: entre cerca de 14 mil casos para toda a cidade, foram levantados 5856 (42%), verificando-se sua localização; a seguir, dentre os 1968 (34%) situados em zona de interesse, foram sorteados 700 (36%): 357 da Zona Norte e 343 da Zona Sul. As duas regiões foram analisadas quanto à formação e também quanto às peculiaridades geográficas: a floresta funcionando como vetor de ocupação da Tijuca, principal bairro da Zona Norte e o mar dominando a Zona Sul, a partir da assimilação de novos conceitos. Além disso, estudou-se a formação da cidade e da identidade do carioca, que vê a rua como prolongamento da casa. Foram colhidos dados quantitativos e qualitativos dos desenhos de plantas, cortes e fachadas, assim como elaborados croquis que possibilitaram o exame da arquitetura e do agenciamento dos espaços. O banco de dados usou o programa computacional Integrated Microcomputer Processing System (IMPS), versão 3.1 do International Satistical Program Center, U.S. Bureau of the Census, Washington D.C. Foram
  exaradas tabelas que compararam usos, funções, categorias, partidos, estilos e organogramas das moradias, além da compartimentação praticada e de dados dimensionais dos lotes e edificações, utilizando-se as cores verde e laranja como símbolo das duas regiões. Os resultados atestam a existência de características singulares nas duas zonas, predominando questões de ordem quantitativa em detrimento de aspectos qualitativos indicativos de um diferente modo de morar: habitações de classe alta comparecem em maior número na Zona Sul, ao passo que o mesmo ocorre para as casas operárias na Zona Norte. A classe média domina e, sendo similar nas duas regiões, caracteriza-se por reproduzir, embora de forma reduzida, os modelos da elite, a quem toma como padrão. Prevalece em linhas gerais um ecletismo ’popularizado’ e um organograma que representa um modo de morar bastante difundido no Pós-Guerra. Verificou-se ainda o peso da localização da moradia como dado significativo no sistema cultural carioca; a Zona Sul identifica-se com o cosmopolitismo e a modernidade, enquanto a Zona Norte reafirma os valores da tradição
Nota Local   Estruturas Ambientais Urbanas
Departamento   AUH HIST DA ARQ E ESTETICA DO PROJETO
Assunto   LinkHABITAÇÃO -- RIO DE JANEIRO(RJ)
  LinkSEGREGAÇÃO URBANA -- RIO DE JANEIRO(RJ)
  LinkZONEAMENTO URBANO -- RIO DE JANEIRO(RJ)
  LinkCASAS -- RIO DE JANEIRO(RJ)
Autor Secundário   LinkLemos, Carlos Alberto Cerqueira
 
Acervo Geral   Todos os itens
Itens na Biblioteca   FAU-Fac. Arq. e UrbanismoLibrary Info
Itens na Biblioteca   FAUMA-Fac Arq Urbanismo-MaranhLibrary Info
Unidade USP   FAU -- FAC DE ARQUITETURA E URBANISMO

Escolher formato: Padrão Ficha Formato Reduzido Nomes MARC Campos MARC


Encerrar Sessão - Preferências - Fale Conosco - Ajuda - Ex Libris
Buscas - Resultados - Buscas Anteriores - Catálogos